quinta-feira, 25 de maio de 2017

“O paradoxo coxinha”: impossível chamar Lula de corrupto e defender a operação lava jato!

Inquéritos, sigilos quebrados, interrogatórios, tudo tem sido infrutífero para "pegar" Lula!



Atenção: estes dados estão defasados, referem-se a meados do ano passado. São suficientes, no entanto, para demonstrar a verdadeira (e infrutífera) caçada judicial e policial que Lula vem sofrendo.
Até junho do ano passado, foram 3 inquéritos abertos por procuradores federais do Paraná, por supostas (e inexistentes) alegações referentes a imóveis que Lula não possui, palestras realizadas conforme a lei; uma ação penal referente aos mesmos fatos, proposta por promotores do Ministério Público de São Paulo, o que é ilegal; um inquérito aberto por procuradores federais de Brasília, sobre as viagens internacionais do ex-presidente; um inquérito do Procurador-Geral da República para apurar fatos relacionados  Operação LavaJato; uma ação penal proposta pelo Procurador-Geral da República referente a suposta tentativa de obstrução de Justiça; um inquérito de procuradores federais de Brasília para investigar suposta vantagem a um dos filhos de Lula na tramitação de Medidas Provisórias aprovadas pelo Congresso; duas ações de fiscalização da Receita Federal que nada encontraram de irregular no Instituto Lula e na empresa LILS Palestras.

AGORA, O MAIS IMPORTANTE:

Quebra do sigilo fiscal e bancário de Lula, do Instituto Lula, da LILS Palestras e de mais 12 pessoas e 38 empresas de pessoas ligadas ao ex-presidente; ISSO MESMO, QUEBRA DO SIGÍLO FISCAL E BANCÁRIO DE 12 PESSOAS FÍSICAS E QUASE 40 PESSOAS JURÍDICAS!
MAIS: Quebra do sigilo telefônico e das comunicações por internet de Lula, de sua família, do Instituto Lula e de diretores do Instituto Lula; até mesmo os advogados de Lula foram atingidos por esta medida, O QUE É ILEGAL!
38 mandados de busca e apreensão nas casas de Lula e de seus filhos, de funcionários e diretores do Instituto Lula, de pessoas ligadas a ele, executados com abuso de autoridade, apreensões ilegais e sequestro do servidor de e-mails do Instituto Lula;
Lula prestou 5 depoimentos à Polícia Federal e ao Ministério Público e apresentou informações por escrito em 2 inquéritos.
Apesar de ter cumprido todos os mandados e solicitações e de ter prestado esclarecimentos às autoridades até voluntariamente, no dia 4 de março de 2016 Lula foi submetido, de forma ilegal, injustificada e arbitrária, a uma condução coercitiva para depoimento sem qualquer intimação anterior – um verdadeiro sequestro por parte da Força Tarefa da Lava Jato.
Diante de tudo isso, não há dúvida: se LULA realmente fosse corrupto, o pessoal da Lava jato, juiz Moro à frente, seria omisso, incompetente, ou prevaricador, pois que corrupção seria essa, onde não aparecem contas bancárias, nem vídeos de entrega de dinheiro, muito menos bens patrimoniais!
Nem a desculpa do uso de laranjas serve, contra alguém que teve 12 pessoas físicas e 38 empresas próximas com todos os sigilos quebrados!


Nenhum comentário:

Postar um comentário